sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Batizado da Alice

Apesar do meu tempo corrido.....promessa é dívida!
Abaixo algumas fotos do batizado da minha netinha Alice, realizado dia 16-12-21012.

Entrada do salão



Mesa com o bolo e as lembrancinhas

                                                           

                                                        Mesa dos convidados


                                                           

                                                                    Porta guardanapos














                                                       

                                                        


                                                          
                                                               


                                                          Marcador de livros
                                                         
                                                              
                                                       Anjinho de bolas



Porta recados





                                                                       

Água Benta




















Dificilmente conseguirei entrar aqui outra vez esse ano......então deixo aqui  meus desejos de que todos tenham um Natal de muita harmonia, alegria e paz,  juntinhos de sua família. E que o Ano Novo chegue nos trazendo muitas realizações, muito amor e muita de luz para nossa caminhada.

Feliz 2013!!!!!!

Que Deus abençoe a todos nós!

Beijos!!!

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Nunca é Tarde

Com a proximidade das festas de final de ano, resolvi postar essa mensagem que achei mto linda, bom para refletirmos um pouco!


Nunca é tarde para pensar na vida, 
procurar uma saída, erguer as mãos caídas, recomeçar...

Nunca é tarde para levantar os olhos, 
andar de cabeça erguida, contemplar um novo horizonte, sonhar...


Nunca é tarde para estender a mão amiga 
para tirar alguém da briga que luta contra a solidão, 
nunca é tarde para ouvir a voz da razão seguir 
a ordem do coração e viver com gratidão...

Nunca é tarde para saciar a fome ao dividir o pão, 
ser luz para alguém sair da escuridão, caminhar de mãos dadas 
sentindo a emoção de haver feito o bem para um irmão...

Nunca é tarde para rever os amigos, ajudar os aflitos, 
resolver os conflitos no diálogo e não aos gritos, 
ser vencedor e não vencido pois tudo é belo mais que bonito...

Nunca é tarde para mudar os planos, recuperar o ânimo, 
caminhar juntos, rever os enganos, 
enfrentar as barreiras dos anos e no final ainda dizer te amo...
Nunca é tarde para dizer sim para vida, 
para dizer perdão querida, dizer não ao ego
enxugar uma lágrima para curar um ferida...

Nunca é tarde para mudar de gesto, 
de atitude e de pensamento para ser feliz, 
deixar o protesto, sentir a liberdade numa prece...

Nunca é tarde para dar um basta na amargura, 
refazer a postura, deixar a vida dura, 
encontrar a esperança que ficou perdida, viver a paz que é sem medida...

Nunca é tarde para abraçar um filho, 
sentir o seu amor, orientar seus caminhos 
para jamais andar sozinho e deixar de ser menino em sua vida escolhida...

Nunca é tarde para dizer que não sei, reconhecer que errei 
e que tanto tempo passei a me enganar, e por causa da alma ferida
nunca encontrei a saída que me impedia de caminhar...

Nunca é tarde para sorrir, agradecer a Deus pela vida, 
viver a realidade de um novo dia, aprender o que não sabia, 
fazer o que não fazia e ensinar o que vivia...

Nunca é tarde para fazer o bem, 
ser amigo de alguém, ajudar a quem não tem, 
dizer sempre o que convém, 
respeitar não ir além, viver sempre amando alguém...

Nunca é tarde para ver Deus na natureza, 
ser ativo na igreja, dizer amém, assim seja, 
dar um basta na tristeza, estar em paz com todos, 
ser feliz e que Deus nos proteja...

Nunca é tarde para sair da rotina, 
aprender com disciplina, não desistir, 
dar a volta por cima depender sempre de Deus, 
crer no que Ele nos ensina, ser feliz é nossa sina...


Copiado de Mensagem Espírita

Excelente 6ª f  e um final de semana de renovação p/ todos!
Beijos!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

O 1º dentinho







Nossa como o tempo passa rápido!

Semana passada fui premiada com uma mordidinha da minha netinha Alice nem liguei, né!....rs. Fui correndo comprar uma blusinha branca p/ ela, pq dizem que quem vê o 1º dentinho deve dar qqr coisa na cor branca p/ dar sorte. 
Quem sou eu p/ romper com essa tradição!
E pensar q ontem ela era um bebezinho e já vai completar 6 meses de vida dia 13/12.
Seu batizado será no dia 16/12 e já está td organizado para esse grande acontecimento.
Depois desse evento, pretendo vir aqui postar algumas fotos se der tempo, né!
Minha vida anda super corrida, graças a Deus!
Me desculpem pela minha ausência nos blogs, as vezes até dou um pulinho bem rapidinho e leio alguns, mas acabo sem tempo de comentar.
Sei q mtas pessoas visitam o meu  tb e não deixam comentários, mas só em saber q ele tá sendo visitado já me deixa mto feliz! O importante é q eu consiga passar  de alguma forma, uma mensagem positiva com mto carinho, msm q eu não saiba quem tá lendo!

Boa 6ª f  p/ vcs e um fds maravilhoso!

Beijos!

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

No Controle da Voz


    Observe como vai indo o tom da sua voz, porque a voz é dos instrumentos mais importantes na vida de cada um, e por isso mesmo precisa de cuidados especiais.
    A voz de cada pessoa está carregada pelo magnetismo dos seus próprios sentimentos, portanto procura encharcá-la de fluidos positivos e ternos, que possa ser bem acolhida e leve paz ao teu ouvinte.
    Não fale em tonalidade tão alta que assuste e nem tão baixa que crie dificuldade a quem ouça, pois teu interlocutor pode ser sensível ao barulho ou pode também ter dificuldade para te ouvir.
    Quando necessário, repete com paciência o que já foi dito ao teu ouvinte, sem alterar o tom de voz, procurando entender que nem todas as pessoas trazem audição impecável, e por isso mesmo deves ter o cuidado de não ferir quem te pede para que repita o que não conseguiu captar na tua mensagem.
    Diante daqueles que te parecem com dificuldades auditivas, não te impacientes e não lhe digas nunca frases que o possam constranger como por exemplo: "Você está surdo?", "Você quer que eu grite?", "Quantas vezes quer você que eu fale?" ou "já cansei de repetir isso".
    Descontrolada pela cólera, a voz se transforma na verdade em uma agressão e, a agressão, jamais convence, ou resolve qualquer problema ou dificuldade que nos pedem resolução.
    Converse com serenidade e respeito, colocando-te no lugar da pessoa que te ouve, e educará tuas manifestações verbais com mais segurança e proveito, fazendo-te veículo de informação e ensinamento.
    Quando estiveres fazendo uso do telefone para te comunicar, recorde que no outro lado do fio está alguém que precisa de tua palavra calma, mansa, sóbria, e respeitosa a fim de manter a própria tranqüilidade, e que muito podes colaborar para que isso aconteça.
    Usa a bênção da tua voz para transmitir serenidade, alegria, otimismo, pensa que não gostarias de ser ouvinte de quem não te tratasse com educação e respeito e oferece teus recursos da fala para edificar o amor pelo teu próximo.

    Francisco Rebouças
    Tenham todos uma 6ª f tranquila e um fds repleto de paz!
    Beijos!!!

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Menos pode significar mais!




O médico Edward Bach (1886-1936) disse: “A felicidade é fácil de ser alcançada porque reside nas coisas mais simples”. Concordo. Precisamos redescobrir a importância das pequenas atitudes e a grandiosidade dos detalhes. O tempo voa e, se nos prendermos à ilusória necessidade de conquistar o status, a vida vai passar e não vamos experimentar o doce sabor das minúcias. Quem não enxerga o broto da árvore dificilmente terá a oportunidade de usufruir de sua majestosa sombra anos mais tarde.
Nos perdemos nos grandes fatos e nem percebemos as minúcias da vida! Buscamos desenfreadamente o poder e esquecemos que poderoso mesmo é aquele que enxerga os detalhes. Ser feliz é simples! Nós é que complicamos tudo! Como também disse o poeta Henry Longfellow (1807-1882), “muita gente obteria sucesso em pequenas coisas se não estivesse preocupada com grandes ambições”. Chega de tantas ilusões! Não ter algumas coisas que desejamos pode ser indispensável para a felicidade que buscamos. Resumindo: menos pode ser mais! 

Por Karla Precioso

Uma ótima 6ª f e um abençoado fds p/ vcs!

Beijos!!!!

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Aprendendo com a vida



 
 
 
 
Aprender não significa necessariamente mudar, mas ajuda a criar condições para que a mudança aconteça. Invariavelmente e com raríssimas exceções, a maturidade muda as pessoas. Quem não tinha uma religião opta por alguma, quem era relapso no trabalho passa a encará-lo com mais dedicação, quem não aceitava conselhos passa a ser um conselheiro de carteirinha.

Na fase de maturação em que somos forjados pela vida, somos apresentados a muitas situações que nos proporcionam diversas oportunidades para aprender. Durante esta fase, nós vivenciamos, experimentamos e temos a oportunidade de saber se as experiências que tivemos foram boas ou ruins, por esta razão não há como dizer que não aprendemos nada. Alguns aprendem da maneira mais difícil, porque não souberam absorver corretamente os conhecimentos e experiências que obtiveram e acabam demorando um pouco mais para aprender, mas aprendem. Outros mais atentos, souberam absorver o que aprenderam, conseguindo assim extrair algo de bom e aplicam às suas vidas, portanto aprendem as lições sem sofrimento e optam por mudar.

As ações de hoje se refletirão positivamente ou negativamente no nosso futuro e farão com que orgulhemos ou nos arrependamos delas, por isso é importante saber os passos que damos hoje, para termos um futuro melhor e mais feliz. O ideal seria não ter nenhum arrependimento ou algo para nos desculparmos, mas isso é impossível, porque o que me parece correto e justo hoje, certamente será avaliado de forma diferente no futuro. Muito provavelmente eu irei me arrepender de algumas ações, isso é só uma hipótese, mas tenho que considerá-la, pois hoje eu me arrependo de algumas coisas que fiz ou deixei de fazer no passado, isso é um fato. O que nós não podemos fazer é viver do passado ou desperdiçar o nosso tempo pensando no futuro e deixar de viver o presente que é realmente o que interessa. Viver o presente de maneira correta e organizada ajuda a atenuar a necessidade de ficarmos presos a um futuro que sequer chegou, mas que temos a certeza que será recompensador, caso estejamos nos esforçando para isso.

Ninguém precisa viver neuroticamente pensando o tempo todo se está acertando ou errando, até porque vai desperdiçar um tempo precioso com isso. O importante é conduzir a vida de forma suave, respeitando o seu limite e valorizando os bons momentos, mas sem deixar de considerar os momentos ruins, porque esses nos ajudam a crescer. Errar é um ato humano e às vezes precisamos do erro para aprender a acertar, porém precisamos minimizar as conseqüências dos nossos erros, porque para alguns erros não há conserto. Um exemplo que podemos aplicar aqui é quando misturamos álcool e direção - nós sabemos que isso é errado e acabamos assumindo o risco de causar um acidente caso insistirmos em dirigir, mas se passarmos a direção para uma pessoa sóbria e devidamente habilitada, estaremos minimizando as conseqüências do erro de ter bebido estando no comando de um veículo.

Independentemente do que possa ocorrer conosco, precisamos pavimentar o nosso caminho, recheando-o com boas ações, pois essas, certamente nos orgulham e não causam arrependimentos no futuro. Chegar lá na frente e poder olhar para trás e ter a satisfação de uma boa caminhada, é mais do que ter cumprido a nossa tarefa, é saber que fomos úteis ao próximo e principalmente que deixamos exemplos a serem seguidos, tanto para a nossa família quanto para os amigos ou até pessoas desconhecidas que só tiveram uma única oportunidade de conviver conosco.


Por: Valdeci T. Ribeiro - Técnico em Segurança do Trabalho

Excelente sexta feira e um lindo fds p/ vcs.
Beijos!!
                                              

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Ouvindo Críticas

Aprenda a ouvir críticas

Não podemos evitar que os outros nos critiquem, mas ninguém melhor que nós mesmos para julgar se as pessoas têm razão (ou não). Aprender a ouvir sem raiva é o primeiro passo para entender se o que foi dito faz sentido. Ok, é comum a maioria de nós reagir com irritação a uma crítica. Mas, antes de bater boca, tente se conter. Apenas ouça e avalie: ali existe coerência? Se houver algo a lucrar, aprenda!
Como disse o escritor americano Norman Vincent Peale (1898-1993), “o mal de quase todos nós é que preferimos ser arruinados pelo elogio a ser salvos pela crítica”. Por isso, prefira crescer com os erros do que se gabar com aplausos. Sem falar que todos cometem enganos, portanto, não há mal algum em perceber que você poderia ter feito algo melhor do que fez. Muitas vezes, cometemos deslizes sem perceber e, quando alguém nos aponta o dedo para criticá-los, devemos agradecer, afinal, naquele momento podemos aprender uma lição. E, caso conclua que o que foi dito é inválido, desconsidere. Continue (re) agindo com serenidade e maturidade.

                                                                            Karla Precioso

 Excelente sexta feira e um ótimo fds p/ vcs e fiquem com Deus.

Beijos!!

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Bodas de Nácar






Bom dia!
Quando vcs estiverem lendo essa postagem, eu e maridão estaremos em viagem, comemorando nossos 31 anos de casamento ( Bodas de Nácar - 25-09).
Agradeço a Deus por ter escolhido esse companheirão, para  vivenciar comigo todos os momentos de minha vida.
Se alguém me perguntasse sobre uma receita para ser ter um casamento duradouro,...... com certeza não saberia responder!
Mas vou deixar aqui um pouco da minha experiência.
Não pensem que quero dar receitas, criar fórmulas, criticar e nem criar polêmicas, para se ter um casamento duradouro. Vou só tentar expor meus aprendizados e vivências, durante esses muitos  anos de convivência matrimonial, principalmente e acima de tudo baseada no AMOR!
União...... a própria palavra já diz tudo! Aprendi que todas as decisões devem ser tomadas pelo casal, por mais simples que lhes pareçam. Nós não recebemos nenhum manual de instrução de como viver  a dois, então aprendemos mto sim.
Individualidade.......em um casamento essa palavra não existi, impossível ter individualidade entre um casal.Se uma pessoa quis casar e dividir algo com alguém........ fica difícil!
Independência.......outra palavra inexistente na vida de um casal.Quem quer independência,..... é  melhor ficar sozinho! 
Essa de que...... o meu dinheiro é meu e o seu é seu,......não rola.
O mais sensato é somar tudo e dividir o que sobrar, digamos assim! 
Abdicação......muito importante para ser viver bem, as vezes temos que fazer certas escolhas e que nem sempre será bom para dois, o bom censo nesse caso caí bem.
Tolerância......hum!!!!......essa então......se quisermos manter uma relação agradável e sem mtas brigas, .......são duas cabeças que pensam diferentes em muitos pontos,...... devemos ser pacientes e esperar a hora certa de falar e de calar também.
Saídas com os amigos tipo: jogar bola, tomar uma cervejinha (p/ quem gosta), bater um papo, a famosa fugidinha p/ espairecer,........ naneninanão! Dê preferência aos amigos que estejam nas mesmas condições que vcs CASADOS! Pq misturar solteiros com casados e criar o clube do Bolinha ou da Luluzinha ou viver sempre com casa cheia, definitivamente não dá certo! Hoje em dia os casais trabalham fora, dividem tarefas domésticas e o pouco tempo que resta para ficarem juntos é super importante, .....para que troquem idéias,conversem sobre assuntos diversos e se divirtam também.Estar com amigos é muito bom sim, mas tudo tem que ser dosado e que isso não interfira na vida do casal.
Viagem bastante, passeiem muito!!!! Pq depois que o filho chega, as prioridades são sempre Eles.Não que vocês tenham que  ficar em casa o resto da vida! Mas é que a partir daí,....... muda td no dia dia do casal, falo isso para aqueles que sabem realizar o seu papel de pais e não delegam essas responsabilidades para terceiro, pq filho é criar, zelar,cuidar, se dedicar,.....Eles crescem e temos que adequar as férias do casal (qdo ambos trabalham fora), com a(s) da criança(as).Fora que as vezes......... planejamos tudo e perto do dia da viagem..... nossa(o) filha (o) adoece.......planos então vão por água abaixo! Por isso a decisão de ter filho(os), vem acompanhado da estabilidade do casal,ter noção de que a vinda de uma criança modifica um pouco a relação, pq antes vocês viviam um para outro e com a vinda de um filho esse amor vai ter que ser dividido,........coração de mãe é imenso!!! Eles devem estar bem centrados, sabendo o que querem em todos os aspectos, se possível com casa própria (e de preferência), pq tudo fica mais difícil e a grana encurta muito com a chegada de um filho. E como já dizia minha vô: filhos criados trabalhos dobrados e os gastos também!
Respeitar e ser respeitado, muito importante em uma relação.
Fidelidade, sem ela a relação tende ao fracasso,..... falo no sentido íntegro da palavara.
Mentira e omissão, não são boas companheiras de um relacionamento.
Diálogo......bem dita palavrinha!!!!......,sempre deve estar presente, a todo momento.Com uma boa conversa se resolve vários problemas e grandes decisões são tomadas também!
Brigas......elas existem sim! .....Podem ficar certos disso! Agora cabe ao mais sensato nessa hora procurar ficar mais calado e manter o controle. Pq como diz o ditado......quando um não quer dois não brigam! E quantas palavras não foram jogadas na cara injustamente na hora da raiva!
Não fiquem guardando mágoas ou ressentimentos, gritem, briguem, 
chorem,...coloquem tudo para fora, esses sentimentos não devem ser acumulados em nós.Pq sendo assim viram uma bola de neve, pronta a explodir a qualquer momento! E quando isso acontece...... acabamos falando coisas muito fortes na hora da explosão e com muita raiva. Pq deixamos que os problemas se acumulassem.Você se lembra daquele dia?.......... aquele dia já foi!
Repartir sim!..... momentos bons, ruins, problemas de trabalho, problemas com as crianças, pq aquelas que fizeram a opção de ficar em casa, também precisam compartilhar sobre o seu dia.
Devemos estar preparados para tudo! Pq a vida não é bela e nem maravilhosa sempre, no meio do caminho existem: fases, momentos difícieis e outros nem tanto, obstáculos, pessoas, família,crises passageiras, insegurança, medos, receios,.......quem disser que discussões, briguinhas, bate bocas não existem na convivência a dois..... tá mentindo!........que coisa feia! Isso faz parte do descobrimento, crescimento, conhecimento e amadurecimento da vida do casal.É bom pq com o passar dos anos,..... já saberemos lidar e entender muito bem as manias, defeitos, testas franzidas, caras e bocas, dentre outras coisas, sem nem ao menos precisar de palavras,rs.
Compreensão,carinho,paciência, dedicação, flexibilidade,equilíbrio, renúncia,.....também fazem parte dos ingredientes para um bom relacionamento a dois,....... assim como,.... ..ter bom humor, pensamentos positivos, alto astral( pq as vezes em alguns momentos podemos ficar um pouco p/ baixo e precisaremos de alguém p/ nos incentivar).
Ah, uma coisa muito importante! Tem sempre que ter um mais mão aberta e o outro mais mão fechada......rs. 
Casamento a certa altura....... é estar tão em sintonia,......... que passamos a ter os mesmos pensamentos ao mesmo tempo,.....quantas vezes eu e meu marido falamos ao mesmo tempo o que vai na nossa cabeça, isso acontece muitas vezes, quando estamos em um bate papo pela internet (marido viaja muito né) ou mesmo pessoalmente...... é até engraçado as vezes.
Ter um tempinho para sair somente os dois, quando já tiverem filhos principalmente,........ é muito bom para relaxar, sair da rotina, curtir um namoro gostoso,rs.
Bilhetinhos românticos, flores, presentes inesperados fora de datas específicas, lembrar de todas as datas importantes,....... faz um bem enorme! 
Agora o AMOR.....supera tudo! Quando se ama de verdade não tem ninguém e nada que possa separar o casal, nem crise, nem dificuldade, nem obstáculos, nem brigas, nem família,.....
Outro ponto importante, nada de abrir a sua vida para ninguém,...... não conte seus planos, objetivos, sonhos, mudanças, etc.......enquanto não forem concretizados.
Seja feliz sem pressa, vivendo um dia de cada vez.

Há bastante tempo atrás, li de um escritor  essa definição/resumo sobre o casamento e achei bem interessante.
Talvez várias de vocês, já tiveram a chance de ler.
Mas mesmo assim acho que vale a pena ler de novo e para quem não teve a oportunidade ainda........ agora terá.

Ele afirma que um bom casamento deve ser criado.
No casamento, as pequenas coisas são as grandes coisas.
É jamais ser muito velho para dar-se as mãos, diz ele.
É lembrar de dizer "te amo", pelo menos uma vez ao dia.
É nunca ir dormir zangado.

É ter valores e objetivos comuns.
É estar unidos ao enfrentar o mundo.
É formar um círculo de amor que una toda a família.

É proferir elogios e ter capacidade para perdoar e esquecer.
É proporcionar uma atmosfera onde cada qual possa crescer na busca recíproca do bem e do belo.
É não só casar-se com a pessoa certa, mas ser o companheiro perfeito."
E para ser o companheiro perfeito é preciso ter bom humor e otimismo.
Ser natural e saber agir com tato.
É saber escutar com atenção, sem interromper a cada instante.

É mostrar admiração e confiança, interessando-se pelos problemas e atividades do outro.
Perguntar o que o atormenta, o que o deixa feliz, por que está aborrecido.
É ser discreto, sabendo o momento de deixar o companheiro a sós para que coloque em ordem seus pensamentos.

É distribuir carinho e compreensão, combinando amor e poesia, sem esquecer galanteios e cortesia.
É ter sabedoria para repetir os momentos do namoro.
Aqueles momentos mágicos em que a orquestra do mundo parecia tocar somente para os dois.

É ser o apoio diante dos demais.
É ter cuidado no linguajar, é ser firme, leal.

É ter atenção além do trivial e conseguir descobrir quando um se tiver esmerado na apresentação para o outro.
Um novo corte de cabelo, uma vestimenta diferente, detalhes pequenos mas importantes.

É saber dar atenção para a família do outro pois,
ao se unir o casal, as duas famílias formam uma unidade.

É cultivar o desejo constante de superação.
É responder dignamente e de forma justa por todos os atos.
É ser grato por tudo o que um significa na vida do outro.

***

O amor real, por manter as suas raízes no equilíbrio,
vai se firmando dia a dia, através da convivência estreita.

O amor, nascido de uma vivência progressiva e madura,
não tende a acabar, mas amplia-se,
uma vez que os envolvidos passam a conhecer vícios e virtudes,
manias e costumes de um e de outro.

O equilíbrio do amor promove a prática da justiça e da bondade,
da cooperação e do senso de dever, da afetividade e advertência amadurecida.
Que a 6ª feira de cada uma de vocês seja repleta de muito amor do ladinho do seu companheiro, marido, namorado, noivo, namorido,.....
Bom final de semana e fiquem na paz.
Beijos!!!

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Tem mta gente agindo assim!

    
Pensando que vc é o.....
     
Só te procuram quando querem alguma coisa...

Pq será que a cada dia que passa encontramos mais pessoas assim?
Se tem uma coisa de q eu não goste....... e de pessoas interesseiras.Mesmo que não sejam mto minhas amigas, se somente temos um certo contato, .......as "colegas", digamos assim,..... poderiam disfarçar mais um pouco.Ando evitando o máximo a aproximação desse tipinho, mas as vezes nem sou eu que as procuro. São verdadeiras caras de paus, vão invadindo seu espaço e oferecendo coisas e depois te descartam, basta vc deixar de ser "útil" p/ elas.
Eu sou o tipo de pessoa que gosto mto de ajudar e dentro do possível procuro dar atenção e ser solicita qdo precisam, mas me fazer de boba.........aí é demais!Como diz meu marido.... me faz de otário mais não me chama de otário, pq a coisa muda de figura.
Revoltada com certas atitudes de um ser humano.Acho que é por isso, que a cada dia amo mais a minha cachorra,rs......e tolero certos "humanos". 
Só  mais um desabafo !
Uma 6ª feira bem bacana  e um final de semana super abençoados p/ vcs!

Beijos!!!

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Quero minha privacidade!

Bom dia!
Hoje estava pensando mto no que deixaria escrito aqui, pq como vcs sabem,........ as minhas postagens ficam todas programadas.
Quem me conhece e me acompanha, sabe que a minha religião é Espírita. Aprendemos mtas coisas e inclusive que a caridade é mto importante,"Fora da caridade não há salvação".Dentro do possível faço minhas doações a  algumas Instituições e me sinto mto bem em poder ajudar. Mas parei nesses dias p/ pensar um pouco, a coisa tá tomando uma proporção enorme e me vejo invadida na minha privacidade( já que não sei como conseguem saber o nº do meu telefone) qdo telefonam p/ minha casa, o que no mínimo acontece duas vezes na semana, pedindo doação p/ determinado lugar.E tem alguns que devem pensar que sou velha e esclerosada e diz assim: A senhora como sempre contribuiu com a nossa casa todo mês....... como assim?........pego meus recibos e começo a dizer o nomes dos lugares ao qual eu ajudo......aí eles mto sem graça falam: É verdade! Mas a senhora não poderia nos dar uma ajudazinha pelo menos nesse mês? Parei com isso, pq daqui a pouco eu vou viver só de doações.Sei que tem mta gente precisando!Mas o abuso tá demais! Qdo queremos o telefone de alguém, é uma dificuldade p/ conseguir! Como eles conseguem o nosso com essa facilidade?
Agora estou sendo curta e grossa, como diz o ditado, e digo logo que não posso.Vim só dividir um pouquinho da minha indignação com vcs.

Que vcs tenham uma linda 6ª feira e um final de semana maravilhoso, juntinhos com os seus.

Beijos!!!

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Minimamente Feliz


                                       
"A felicidade é a soma das pequenas felicidades. Li essa frase num
outdoor, não me lembro onde. Foi naquele momento, que meu conceito de felicidade tinha acabado de mudar. Eu já suspeitava que a felicidade com letras maiúsculas não existia, mas dava a ela o benefício da dúvida.

Afinal, desde que nos entendemos por gente aprendemos a sonhar com essa felicidade no superlativo. Mas ali, vendo aquele outdoor estrategicamente colocado no meio do meu caminho (que de certa forma coincidia com o meio da minha trajetória de vida), tive certeza de
que a felicidade, ao contrário do que nos ensinaram os contos de fadas e os filmes de Hollywood, não é um estado mágico e duradouro.


Na vida real, o que existe é uma felicidade homeopática, distribuída em
conta-gotas. Um pôr-de-sol aqui, um beijo ali, uma xícara de café
recém-coado, um livro que a gente não consegue fechar, "um amigo" que nos faz sonhar, uma amiga que nos faz rir. São situações e momentos que vamos empilhando com o cuidado e a delicadeza que merecem alegrias de pequeno e médio porte e até grandes (ainda que fugazes) alegrias.


'Eu contabilizo tudo de bom que me aparece', sou adepta da felicidade homeopática. 'Se o zíper daquele vestido que eu adoro, volta a
fechar (ufa!) ou se pego um congestionamento muito menor do que eu
esperava, tenho consciência de que são momentos de felicidade e vivo cada segundo.


Alguns crescem esperando a felicidade com maiúsculas e na
primeira pessoa do plural: 'Eu me imaginava sempre com um homem lindo do lado, dizendo que me amava e me levando pra lugares mágicos. Agora, se descobre que dá pra ser feliz no singular:

'Quando estou em casa ouvindo as músicas que eu amo, é um momento de pura felicidade. Olho para o quintal, canto, sinto um bem-estar indescritível'.

Uma médica que conheci há alguns anos me contou que estava falando e rindo sozinha quando o marido chegou em casa. Assustado, ele perguntou com quem ela estava conversando: 'Comigo mesma', respondeu.
'Adoro conversar com pessoas inteligentes'.
Quem não gosta?

Criada para viver grandes momentos, grandes amores e aquela felicidade dos filmes, a médica trocou os roteiros fantasiosos por prazeres mais simples e aprendeu duas lições básicas: que podemos viver momentos ótimos mesmo não estando acompanhadas e que não tem sentido esperar até que um fato mágico nos faça felizes.

Esperar para ser feliz, aliás, é um esporte que abandonei há tempos!i! E faz parte da minha 'dieta de felicidade' o uso moderadíssimo da palavra.

Aquela história de 'quando eu ganhar na Mega Sena', 'quando eu me casar', 'quando tiver filhos', 'quando meus filhos crescerem', 'quando eu tiver um emprego
fabuloso' ou 'quando encontrar um homem que me mereça', tudo isso serve apenas para nos distrair e nos fazer esquecer da felicidade de hoje.

**** Esperar o príncipe encantado, por exemplo, tem coisa mais sem sentido? Mesmo porque quase sempre os súditos são mais interessantes do que os príncipes. ****

Ou você acha que a Camilla Parker-Bowles está mais bem servida do que a Victoria Beckham?
Como tantos já disseram tantas vezes, aproveitem o momento, amigos. E quem for ruim de contas recorra à calculadora para ir somando as pequenas felicidades.

Podem até dizer que nos falta ambição, que essa soma de pequenas
alegrias é uma operação matemática muito modesta para os nossos tempos. Que digam.

Melhor ser minimamente feliz várias vezes por dia do que viver eternamente em compasso de espera".

                                                           Leila Ferreira

Um final de semana mto feliz p/vcs.

Beijos!!

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Buscando o seu sonho



Corra atrás dos seus sonhos!
Você tem imaginado aonde quer chegar? Tem desejado ser a pessoa que gostaria? Precisamos sonhar alto com aquilo que gostamos e com o que queremos. Não é simples, tanto que muita gente recomeça e se reencontra várias vezes, até se encontrar de fato. Existem pessoas que passam anos, por exemplo, trabalhando numa área X até descobrir que sua satisfação está na área Y.
E não há problema nisso! Independentemente do tempo que leva, quando você ‘desperta’ e percebe que quer buscar outros horizontes, deve mais é seguinr em frente. Busque um novo caminho quantas vezes for necessárias! Você pode até enveredar por outras estradas tortuosas, mas é preferível caminhar em trilhas equivocadas do que permanecer parada.
“Use sua força, seu dom, sua inteligência e seus sentidos para irrigar seus planos e transformar o que você imaginou em realidade” (trecho do livro Feliz Dia novo, Ed. Sextante). Porque, se você se comprometer de cabeça, corpo e alma a correr atrás de seus objetivos, pode acreditar: tudo vai dar certo — e a qualquer momento!

Mensagem de Karla Precioso

 Bom final de semana e fique com Deus.
Beijos!!

sexta-feira, 27 de julho de 2012

ESPERO QUE EU NÃO PASSE POR ISSO!

Achei esse texto muito lindo!
 Faz com que possamos reflitir bastante, quanto a atenção e carinho que devemos dispor para com os nossos pais, avós,....
Espero que consigam ler até o final.
Meus olhos se encheram de lágrimas.

 
QUANDO ME TORNEI INVISÍVEL


 Já não sei em que data estamos. Lá em casa não há calendários e na minha memória as datas estão todas misturadas. Me recordo daquelas folhinhas grandes, uns primores, ilustradas com imagens dos santos que colocávamos no lado da penteadeira. Já não há nada disso. Todas as coisas antigas foram desaparecendo. E sem que ninguém desse conta,eu me fui apagando também... Primeiro me trocaram de quarto,pois a família cresceu. Depois me passaram para outro menor ainda com a companhia de minhas bisnetas. Agora ocupo um desvão,que está no pátio de trás. Prometeram trocaro vidro quebrado da janela, porém se esqueceram,e todas as noites por ali circula um ar gelado que aumenta minhas dores reumáticas. Mas tudo bem... Desde há muito tempo tinha intenção de escrever, porém passava semanas procurando um lápis. E quando o encontrava,eu mesma voltava a esquecer onde o tinha posto. Na minha idade as coisas se perdem facilmente: claro, não é uma enfermidade delas, das coisas, porque estou segura de tê-las, porém sempre desaparecem. Noutra tarde dei-me conta que minha voz também tinha desaparecido. Quando eu falo com meus netos ou com meus filhos não me respondem. Todos falam sem me olhar, como se eu não estivesse com eles, escutando atenta o que dizem. As vezes intervenho na conversação, segura de que o que vou lhes dizer não ocorrera a nenhum deles,e de que lhes vai ser de grande utilidade. Porém não me ouvem,não me olham,não me respondem. Então cheia de tristezame retiro para meu quarto e vou beber minha xícara de café. E faço assim, de propósito, para que compreendam que estou aborrecida, para que se dêem conta que me entristecem e venham buscar-me e me peçam perdão …Porém ninguém vem.... Quando meu genro ficou doente, pensei ter a oportunidade de ser-lhe útil, lhe levei um chá especial que eu mesma preparei. Coloquei-o na mesinha e me sentei a esperar que o tomasse, só que ele estava vendo televisão e nem um só movimento me indicou que se dera conta da minha presença. O chá pouco a pouco foi esfriando…e junto com ele, meu coração... Então noutro dia lhes disse que quando eu morresse todos iriam se arrepender. Meu neto menor disse:“Ainda estás viva vovó? “. Eles acharam tanta graça,que não pararam de rir. Três díasestive chorando no meu quarto, até que numa manhã entrou um dos rapazes para retirar umas rodas velhas e nem o bom dia me deu. Foi então quando me convencí de que sou invisível... Parei no meio da sala para ver, se me tornando um estorvo me olhavam. Porém minha filha seguiu varrendo sem me tocar, os meninos correram em minha volta, de um lado para o outro,sem tropeçar em mim. Um dia se agitaram os meninos,e me vieram dizer que no dia seguinte nós iríamos todos passar um dia no campo. Fiquei muito contente. Fazia tanto tempo que não saía e mais ainda ia ao campo! No sábado fui a primeira a levantar-me. Quis arrumar as coisas com calma. Nós os velhos tardamos muito em fazer qualquer coisa, assim que adiantei meu tempo para não atrazá-los. Rápido entravam e saíam da casa correndo e levavam as bolsas e brinquedos para o carro. Eu já estava pronta e muito alegre, permaneci no saguão a esperá-los. Quando me dei conta eles já tinham partido e o auto desapareceu envolto em algazarra,compreendí que eu não estava convidada, talvez porque não coubesse no carro... ...Ou porque meus passos tão lentos impediriam que todos os demais caminhassem a seu gosto pelo bosque. Senti claro como meu coração se encolheue a minha face ficou tremendo como quando a gente tem que engolir a vontade de chorar. Eu os entendo,eles vivem o mundo deles. Ríem, gritam,sonham, choram,se abraçam, se beijam. E eu,já nem sinto mais o gosto de um beijo. Antes beijava os pequeninos,era um prazer enorme tê-los em meus braços,como se fossem meus. Sentía sua pele tenrinha e sua respiração doce bem perto de mim. A vida nova me produzia um alento e até me dava vontade de cantar canções que nunca acreditara me lembrar. Porém um dia minha neta Laura, que acabava de ter um bebê disse que não era bom que os anciãos beijassem aos bebês, por questões de saúde... Desde então já não me aproximo deles, não quero lhes passar algo mal por minhas imprudências. Tenho tanto medo de contagiá-los ! Eu os bendigo a todos e lhes perdôo, porque... “Que culpa tem os pobres de que eu me tenha tornado i n v i s í v e l ?”

 Texto contido em PPS adaptado e produzido pela Helsan Produções Texto Original- "El dia que me volvi invisible" autora-Silvia Castillejon Peral Cidade do México-2002 

Um final de semana lindo e de mta luz p/ vcs.
Beijos!!

sexta-feira, 20 de julho de 2012

O Sabor da Vingança




Liberte-se do amargo sabor da vingança

 Situações de mágoa e vingança são tão comuns, mas, como disse Chico Xavier (1910-2002), “Só o riso, o amor e o prazer merecem revanche. O resto, mais que perda de tempo, é perda de vida.” A vingança pode até ser “agradável” no momento de raiva, mas essa sensação é passageira. Basta alimentar o desejo de se vingar quando alguém faz ou diz algo desagradável para, instantes depois, surgir o arrependimento. E, uma vez que você permitir que a emoção fale mais alto que a razão, será difícil juntar os cacos depois. Por isso, sem essa de acreditar que a vingança é um ato de coragem enquanto a tolerância é sinal de fraqueza. 

Forte é quem se contém diante de uma agressão. É melhor respirar fundo, trabalhar a raiva (a menos que queira conviver com ela e se tornar uma pessoa rancorosa), digerir o que lhe foi dito, absorver apenas o que poderá acrescentar algo de bom em sua vida e perdoar. 


Bola pra frente! Porque o esquecimento apaga as injustiças, já a vingança as reacende! 

Por Karla precioso 

Bom final de semana p/ todos.
Beijos!!!

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Centelha de Luz

 Foi ensinado que você nasceu apenas para viver em um momento do tempo, para envelhecer e então morrer.

Por acreditar que era verdade, isso realmente se tornou a realidade de sua vida sobre este plano.

Mas é necessário que você perceba que na verdade você é uma essência contínua e imortal que tem vivido há bilhões de anos – desde que Deus, seu amado Pai, a totalidade do pensamento, contemplou a si mesmo no brilho da luz que você se tornou.

Você é muito mais do que meramente humano.

Quem é você?

Por que está aqui?

Qual o seu propósito e seu destino?

Você pensa que você é meramente fruto da coincidência, nascido para viver um punhado de tempo e depois não existir mais? Realmente?

Você foi tudo que existe em todas as suas compreensões históricas. Por quê?

Para o propósito do sentimento, para o propósito da sabedoria, para o propósito de identificar o maior mistério de todos os tempos - você!

De onde você pensa que veio?

Pensa que é simplesmente um amontoado de massa celular que evoluiu a partir de uma única célula?

Então quem é que escuta tão atentamente por detrás de seus olhos?

Qual é a essência que lhe dá sua unicidade e personalidade, seu caráter e seu "tempero", sua capacidade para amar, para abraçar, para sonhar e o poder de criar?

E onde você acumula toda a inteligência, todo o conhecimento, toda a sabedoria que manifesta, desde quando era uma criancinha?

Você pensa que se tornou o que é foi meramente em uma vida, e que é apenas um sopro na eternidade?

Tudo o que você é, você se tornou na vastidão do tempo ao viver vida após vida.

E de cada uma dessas experiências de vida, você conquistou a sabedoria que ajudou a formular a unicidade e a beleza chamada você.

Você não tem preço, é belo demais para ter sido criado por apenas um momento delimitado na eternidade do tempo.

Você pensa que seu corpo é você? Não é.

Seu corpo é apenas um disfarce que representa a essência invisível que é sua verdadeira identidade: a série de sentimentos-atitudes, chamada seu ser-personalidade.

Pondere isso por um momento, Você é a essência do outro que você ama, o ser-personalidade invisível que está por detrás de seus olhos. O que você ama no outro é a essência invisível que faz seu corpo funcionar, seus olhos cintilarem, suas mãos acariciarem. Torna sua voz melodiosa e purifica sua alma.

Seu corpo é na verdade uma máquina maravilhosa e refinada, mas não é nada sem aquilo que o faz funcionar, que é você.

Você é uma série de pensamentos ou sentimentos-atitudes que se apresentam como um ser- único.

E você alguma vez já viu seus pensamentos?

Você já viu sua personalidade?

E quanto ao seu riso - você pode ouvi-lo sem seu corpo?

Você não concebe quão grande você realmente é, porque o que você é realmente é tão invisível quanto o vento.

Do mesmo modo que você o é para si mesmo - o maior de todos os enigmas.

Pois o que está por detrás de seus olhos, por baixo de sua fina roupa de linho, para além da ilusão de sua face, é a virtude invisível do pensamento superior que é Deus: o Ser de Infinita Magnitude que faz você ser você.

Você é uma energia de princípio de luz circular, chamejante e pura.

O que você verdadeiramente é, é aquilo que você habita; é o que você sente.

Você é conhecido por suas emoções, não por seu corpo.

Na pequenez de seu ser está coletado tudo que você já foi desde que nasceu de Deus, seu Pai amado.

Deus habita dentro de você e lhe concede a inteligência sublime que lhe dá crédito e poder de criar.

É a maravilhosa força que mantém sua vida para sempre e sempre e sempre.

Você é uma centelha de luz viajando pela Eternidade!
Fonte: J. Z. Knight
Um abençoado final de semana para todos.
Beijos!!

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Paciência


Cultive a paciência
 
“Conta a lenda que um homem sem escrúpulos desafiou o mestre da paciência e começou a insultá-lo. Cuspiu, jogou pedras e gritou todo tipo de ofensas, e o sábio permaneceu impassível. Horas depois, o homem se deu por vencido. Os alunos, então, perguntaram ao mestre como havia suportado tanta carga negativa. O sábio respondeu: “se alguém lhe traz um presente e você não o rejeita, a quem pertence o presente?”. E eles disseram: “A quem tentou entregá-lo”. E o mestre concluiu: “o mesmo vale para a raiva e os insultos. Quando não são aceitos, continuam pertencendo a quem os carregava.” Quantas vezes nos deparamos com pessoas hostis e grosseiras… Se não usarmos a sabedoria, revidamos os insultos e nos tornamos semelhantes a quem nos ofendeu. Nessas horas, eleve o pensamento a Deus e peça discernimento para perdoá-las sem absorver qualquer energia ruim. Sempre que se dirigirem a você com hostilidade, faça o contrário: devolva palavras de amor. Porque a sua paz interior depende de você. Ninguém pode tirar sua calma. Só se você permitir.
                                                       Karla precioso

 Bom final de semana e fique com Deus.
 Beijos!!